Fórumcast, o podcast da Fórum
22 de abril de 2019, 07h41

Após vídeo com críticas a militares, Carlos Bolsonaro tuita: “Quem sou neste monte de gente estrelada?”

Publicação de vídeo de Olavo de Carvalho com críticas a militares no Twitter oficial de Jair Bolsonaro é creditada mais uma vez ao filho e elevou a tensão na caserna

Carlos com o pai, Bolsonaro, e Mourão (Montagem)

O vídeo publicado – e depois apagado – no Twitter de Jair Bolsonaro (PSL) na manhã deste domingo (21) em que o guru ideológico, Olavo de Carvalho, critica duramente os militares elevou novamente a tensão e o alerta na caserna.

Leia também: Em áudios, Bolsonaro estimula ataques de aliados ao general Mourão

A publicação foi creditada, mais uma vez, ao filho 02 do capitão, Carlos Bolsonaro (PSC/RJ), que foi às redes sociais à noite para dizer que começa “uma nova fase” em sua vida e indaga: “Quem sou neste monte de gente estrelada”, em uma alfinetada nos militares do governo.

“Começo uma nova fase em minha vida. Longe de todos que de perto nada fazem a não ser para si mesmos. O que me importou jamais foi o poder. Quem sou eu neste monte de gente estrelada?”, tuitou.

Segundo a coluna Painel, de Daniela Lima, na Folha de S.Paulo nesta segunda-feira (22), a nova polêmica em torno do vídeo elevou a tensão entre membros das Forças e olavetes e ampliou a pressão para limitar o acesso de Carlos às redes do pai.

Segundo a jornalista, o filme, que registra falas de Olavo de Carvalho, também pode inflamar a já insatisfeita bancada do PSL.

O vídeo, publicado pela manhã, foi apagado na noite deste domingo. A peça ficou mais de 20 horas no ar e abriu espaço para especulações sobre uma suposta crise entre o presidente e seu vice, o general Hamilton Mourão.

No vídeo agora deletado, Olavo chamou Bolsonaro de “mártir” e questionou: “Qual foi a última contribuição das escolas militares para a alta cultura nacional? As obras do Euclides da Cunha. Depois foi só cabelo pintado e voz empostada (indireta a Mourão)”.

“Só cagada. Esse pessoal (os militares) subiu ao poder em 1964, destruiu os políticos de direita e sobrou o quê? Os comunistas, que tomaram o poder. Eles dizem: ‘Livramos o país dos comunistas’. Não, eles entregaram o país ao comunismo”, acrescentou.

A publicação do vídeo veio em meio ao vazamento de áudios do presidente em que ele estimula ataques a Mourão. Saiba mais aqui.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum