O que o brasileiro pensa?
27 de maio de 2020, 14h57

Aras assume defesa de Bolsonaro e pede suspensão de inquérito das fake news, diz jornalista da Globo

A informação foi comemorada nas redes sociais pela deputada Bia Kicis (PSL-DF), uma das investigadas no inquérito do STF. " Ao menos uma instituição está atuando correta no caso.", tuitou

Jair Bolsonaro e Augusto Aras (Foto: Leonardo Prado/ PGR)

O Procurador-Geral da República, Augusto Aras, assumiu a defesa de Jair Bolsonaro e teria entrado com pedido de suspensão do inquérito das fake news logo após a deflagração da operação da Polícia Federal contra a milícia digital, autorizada pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal.

A informação é da jornalista Andreia Sadi, em seu blog no Portal G1 nesta quarta-feira (27), que diz que o pedido de Aras foi feito ao ministro Edson Fachin.

Segundo a jornalista, o PGR fez o pedido em uma ação do partido Rede que questiona o inquérito – e que tem Fachin como relator.

No pedido, o procurador cita uma manifestação feita por ele mesmo no inquérito, no último dia 19, ao ser informado sobre a possibilidade das ações autorizadas pelo ministro Alexandre de Moraes e realizadas hoje. E argumenta não ver crime nos posts em redes sociais dos alvos da operação, considerando “desproporcionais” as medidas de bloqueio das contas em redes sociais.

A informação foi comemorada nas redes sociais pela deputada Bia Kicis (PSL-DF), uma das investigadas no inquérito do STF. ” Ao menos uma instituição está atuando correta no caso.”, tuitou.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum