Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
21 de março de 2019, 12h03

Artífice do golpe contra Dilma, Temer vai para cadeia após adular Bolsonaro

Antes de entregar a faixa presidencial a Bolsonaro, Temer chegou a baixar um decreto autorizando o abate de aviões e uso de mísseis na posse do capitão - medida inédita em cerimônias de posse presidencial, válida apenas por 24 horas

Sob olhar de Temer, Bolsonaro comemora faixa de Presidente (Agência Brasil)

Um dos principais artífices do golpe militar que arrancou Dilma Rousseff (PT) da Presidência – ao lado do ex-presidente da Câmara, Eduardo Cunha -, Michel Temer (MDB) foi para a cadeia três meses após deixar o poder adulando Jair Bolsonaro (PSL).

Leia também: Michel Temer é preso três meses após deixar o poder

Antes de entregar a faixa presidencial a Bolsonaro, Temer chegou a baixar um decreto autorizando o abate de aviões e uso de mísseis na posse do capitão – medida inédita em cerimônias de posse presidencial, válida apenas por 24 horas.

Como uma das barganhas, ganhou a manutenção no cargo na direção de Itaipu de um de seus principais aliados, o ex-ministro da Secretaria de Governo, Carlos Marun.

Alçado à Presidência após ser parte por décadas de um congresso mergulhado na fisiologia política, Temer foi tido como “arauto da moralidade” pelos ex-colegas de parlamento e grande parte da mídia, chegando a receber prêmios em revistas alinhadas, como a Istoé.

Próximo a Bolsonaro, com quem conviveu por décadas no Legislativo, Temer saiu em defesa do ex-colega de Câmara em uma de suas últimas entrevistas, dizendo que era preciso “dar crédito” ao capitão, que deveria ser poupado das críticas na crise que levou à exoneração do ministro da Secretaria-Geral da Presidência, Gustavo Bebianno.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum