Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
16 de julho de 2018, 22h50

“As pessoas ficaram frustradas com o Doria”, diz Márcio França no Roda Viva

Pré-candidato ao governo do Estado pelo PSB criticou o fato de Doria ter abandonado a prefeitura para se candidatar à presidência após ter prometido ficar os quatro anos, mas ainda teceu um elogio: "Ele acorda cedo"

Reprodução/TV Cultura

O atual governador de São Paulo, Márcio França (PSB), teceu críticas ao prefeito João Doria (PSDB) em entrevista a jornalistas da bancada do programa Roda Viva, da TV Cultura, na noite desta segunda-feira (16).

De acordo com França, que é pré-candidato ao governo do estado, “as pessoas ficaram frustradas com o Doria”.

“Não tenho nada contra ele, a não ser um fato: de que ele prometeu ficar quatro anos e ficou um. Isso é chato. É uma frustração. As pessoas todas ficaram frustradas”, disse. Ex-vice de Geraldo Alckmin, que é do mesmo partido de Doria, França, no entanto, ponderou tecendo um elogio ao ex-prefeito: “Ele acorda cedo”.

Em outro momento da entrevista, o pré-candidato se enrolou para responder a uma pergunta sobre as alianças que serão firmadas pelo seu partido. A nível nacional, o PSB mantém conversações com o PT de Lula e com o PDT de Ciro. Como era vice de Alckmin, no entanto, França declarou que votará no tucano, independente do posicionamento de sua legenda.

Pelo Twitter, a pré-candidata ao governo de São Paulo pelo PSOL, Lisete Arelaro, comentou: “Márcio França, o governador postiço, quer se colocar como o ‘garoto de Alckmin’ na disputa à reeleição, mesmo com os tucanos apoiando outro candidato. Isso só mostra como todos eles representam o mesmo projeto: o do trensalão, do escândalo das merendas”.

Ainda sobre Alckmin, França deu a entender que acredita que é o fator Aécio Neves o motivo pelo qual a candidatura do tucano à presidência não tenha, até agora, decolado. “O Alckmin tem a dificuldade hoje que tem o PSDB. O eleitor pensa: ou é PT, ou é o que não é PT. E para as pessoas, PSDB é o Aécio”, afirmou, lembrando que o ex-governador de Minas Gerais “frustrou” a população.

Sobre Lula, França disse que acredita que o ex-presidente não será candidato. Sem emitir opinião sobre a condenação do petista, o atual governador de São Paulo se limitou a dizer: “Tenho pena do país que tem seus líderes presos. Mas ele está pagando o preço pelos atos errados que tenha cometido”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum