sexta-feira, 18 set 2020
Publicidade

Às vésperas de completar um ano na prisão, Lula fica em silêncio em depoimento à PF

A dois dias de completar um ano de sua prisão sem provas, Luiz Inácio Lula da Silva optou por ficar em silêncio durante depoimento prestado nesta sexta-feira (5), na sede da Superintendência da Polícia Federal (PF) em Curitiba.

De acordo com a defesa, o ex-presidente não teve acesso antecipado ao conteúdo da investigação.

Na oitiva, a PF tinha como objetivo questionar o ex-presidente a respeito do conhecimento dele em relação à suposta cobrança de propina em contratos de navios-sonda da Petrobras e nas obras da Usina Hidrelétrica de Belo Monte.

Edson Fachin, ministro do Supremo Tribunal Federal (STF), aceitou, em março, solicitação da defesa de Lula e suspendeu o mesmo depoimento.

Fachin concordou com a equipe de defesa do ex-presidente e decidiu dar um prazo mínimo de cinco dias úteis para que os advogados pudessem analisar os processos antes do depoimento.

Com informações da Agência Brasil

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.