quarta-feira, 28 out 2020
Publicidade

Assessor de Bolsonaro que atuou com milícias virtuais é convocado pela CPMI das fake news

O assessor especial de Jair Bolsonaro para Assuntos Internacionais, Filipe Martins, foi convocado pelo deputado federal Rui Falcão (PT) a dar depoimento na CPMI das Fake News. O requerimento chama Filipe de “influenciador digital” e tem como principal argumento a reportagem de Felipe Moura Brasil “Os blogueiros de crachá”, publicada na Crusoé na última sexta-feira (11).

No Twitter, o assessor disse que a convocação se trata de uma tentativa de criminalizar o presidente Jair Bolsonaro e seu governo. “Quem quer que ouse expressar uma visão positiva do governo é logo bombardeado com acusações infundadas, ofensas e narrativas delirantes (milícia virtual, etc). Vamos pro pau!”, escreveu nesta terça-feira (15).

A reportagem da Crusoé revelou que Martins atuou estrategicamente junto aos membros da milícia virtual bolsonarista, em articulação realizada através de grupos no WhatsApp. Ele e os demais membros da milícia – empresários, blogueiros e funcionários públicos – atuaram em conjunto e de maneira organizada para derrubar funcionários, como foi o caso do general Carlos Alberto dos Santos Cruz, e apoiar aliados.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.