Fórumcast, o podcast da Fórum
21 de setembro de 2019, 09h07

Assessor especial da presidência compara jornalismo a prostituição

O olavista Flipe G. Martins resolveu atacar a imprensa e foi rebatido pelo ex-bolsonarista Alexandre Frota: "Segurança de baile infantil. Fica no ombro do Jair incentivando as loucuras do Chapeleiro Louco da Virginia"

O assessor Filipe G Martins e o astrólogo Olavo de Carvalho (Reprodução/Twitter)

Em consonância com Jair Bolsonaro, o assessor especial da presidência, Filipe G. Martins, disparou ataques contra a imprensa. Pelo Twitter, Martins comparou o jornalismo a prostituição.

“O jornalismo está para a informação como a prostituição está para o amor”, escreveu o assessor, que é um seguidor do escritor Olavo de Carvalho, em seu Twitter na noite desta sexta-feira (20). E prosseguiu na sequência: “O governo é criticado, simultaneamente, por atacar representantes dos outros poderes e por fazer supostos acordos para protegê-los. As duas coisas são falsas, mas ambas servem de desculpa para isentões que desesperadamente buscam ostentar uma independência que não possuem”.

Quem rebateu Martins foi o ex-bolsonarista Alexandre Frota (PSDB-SP). Também pelo Twitter, na manhã deste sábado (22), Frota disparou: “Esse segurança de Baile infantil é o loro José do Bolsonaro .Ele fica no ombro do Jair incentivando as loucuras do Chapeleiro Louco da Virginia”.

A postagem do ex-ator e hoje deputado foi endossando uma outra publicação crítica ao tuíte de Martins. “Isto é fala de um assessor de presidente. Lembre-se que autoritários sempre odeiam a imprensa. Agora se entende porque Bolsonaro fala coisas sobre a imprensa que surpreendem pessoas de países civilizados”, diz o tuíte compartilhado por Frota.

Mais cedo, o deputado tucano já havia tecido outras críticas ao assessor especial da presidência. “Esse Felipe G Martins é um merdinha mais fofo e mimado que o Fura Fila .Arrotam teorias mas se peidam para esconder as verdades e usam a máquina para mudar o curso da história. Desde o início estavam montando e olhando tudo para trás o roteiro estava armado”, escreveu o parlamentar.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum