Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
29 de novembro de 2018, 22h48

Assessora de Magno Malta e pastora evangélica pode assumir o Ministério dos Direitos Humanos

Conservadora, Damares Alves rechaça os movimentos sociais, especialmente LGBTs, e as pautas progressistas, como a legalização do aborto e a descriminalização da maconha

Foto: Reprodução/YouTube

O senador não reeleito Magno Malta (PR-ES), que se disse “magoado e machucado” por não ter sido chamado para integrar o primeiro escalão do governo de Jair Bolsonaro, pode ver sua assessora assumir o Ministério dos Direitos Humanos. A pastora evangélica Damares Alves é conservadora, rechaça os movimentos sociais, especialmente LGBTs, e as pautas progressistas, como a legalização do aborto e a descriminalização da maconha.

Fórum precisa ter um jornalista em Brasília em 2019. Será que você pode nos ajudar nisso? Clique aqui e saiba mais

Damares chegou a declarar eu “a mulher nasceu para ser mãe” e que “ser mãe é o papel mais especial da mulher”. A pastora discordar do movimento feminista e se preocupa com o fato de a mulher estar muito fora de casa, trabalhando.

Outros três nomes teriam sido indicados para o ministério pela bancada evangélica para a pasta: Gilberto Nascimento (PSC-SP), Marco Feliciano (Podemos-SP) e Ronaldo Nogueira (PTB-RS). A pasta deverá ser mantida por Jair Bolsonaro, depois de ter sido anunciado que ela seria extinta.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum