Entrevista exclusiva com Lula
23 de agosto de 2019, 15h06

Atos em defesa da Amazônia e contra políticas ambientais de Bolsonaro tomam as ruas pelo mundo

Protestos começam a deixar as redes e ganhar as ruas. Em Londres, a manifestação foi tão expressiva que parou o centro da capital britânica

Reprodução/Twitter

Os protestos contra a política de devastação promovida pelo presidente Jair Bolsonaro na Amazônia já tomam as ruas em cidades pelo mundo nesta sexta-feira (23). Embaixadas e consulados do Brasil foram alvo de manifestações organizadas em defesa da Floresta Amazônica e contra o aumento do desmatamento e das queimadas na região. A hashtag #ActForAmazonia ganhou o topo dos assuntos do momento no Twitter.

Se você curte o jornalismo da Fórum clique aqui. Em breve, você terá novidades que vão te colocar numa rede em que ninguém solta a mão de ninguém

A primeira cidade a registrar protestos foi Genebra, na Suíça, uma das cidades que sediam a Organização das Nações Unidas, junto a Nova York. Manifestantes se concentram em frente ao escritório brasileiro pedindo fora Bolsonaro, segundo vídeo compartilhado pelo jornalista Jamil Chade no Twitter.

A partir daí a onda de protestos se expandiu para outras cidades da Europa e da Ásia. Londres (Reino Unido), Berlim (Alemanha), Mumbai (Índia), Paris (França), Berna (Suíça), Amsterdã (Holanda), Dublin (Irlanda), Madri (Espanha), Barcelona (Espanha) e Luxemburgo já registraram mobilizações. Segundo o jornalista Sérgio Utsch, do SBT, o protesto em Londres foi tão expressivo que parou o centro da capital britânica.

Há ainda previsão de mais mobilziações no exterior nesta sexta-feira (23), como em Montevideu (Uruguai), Buenos Aires (Argentina), Quito (Equador) e Lima (Peru). No Brasil, cerca de 60 cidades já confirmaram manifestações para esta sexta-feira e para o final de semana.

Pelas redes sociais, os protestos viralizaram e diversos vídeos e fotos circularam na internet.

 

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum