Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
27 de julho de 2018, 09h52

Audiência de Alckmin no Roda Viva ficou próxima do zero

A entrevista de Alckmin, ao contrário de outros pré-candidatos, sobretudo Manuela D’Ávila, foi considerada por muitos como uma conversa entre amigos

Reprodução/TV Cultura

A audiência do programa Roda Viva, da TV Cultura da última segunda-feira (23), com o pré-candidato à Presidência Geraldo Alckmin (PSDB) ficou próxima de zero, ou o chamado ‘traço’, que é quando uma emissora registra média inferior à 0,51 ponto.

O programa, exibido entre 22h15 e 23h44, marcou segundo dados preliminares do Kantar Ibope 0,4 ponto de média e chegou a picos de 0,7 ponto na Grande São Paulo, somando apenas 0,7% de participação total em share, com um alcance máximo de 141 mil espectadores.

Os dados são preliminares e podem sofrer alterações nos consolidados. Eles refletem a preferência de um seleto grupo de espectadores situados na Região Metropolitana de São Paulo. Cada ponto na capital paulista equivale a 71.855 domicílios ou 201.061 espectadores.

Convescote

A entrevista de Alckmin, ao contrário de outros pré-candidatos, sobretudo Manuela D’Ávila, foi considerada por muitos como uma conversa entre amigos. O tucano foi pouco interrompido, falou à vontade e quase não teve perguntas inoportunas.

A apresentadora Monica Iozzi, por exemplo, comentou que o programa teve “entrevistadores extremamente gentis, bons ouvintes, quase doces. Nem parece o mesmo programa que sabatinou Ciro Gomes, Guilherme Boulos e Manuela D’Ávila”, escreveu.

Já o senador Roberto Requião ironizou o tucano: “Perdão, não pude assistir o Alkmin na cultura até o fim. Soberania, desenvolvimento, nosso processo civilizatório, não são a sua praia. Não mobiliza, não empolga, não diz nada”, disse.

O editor da Fórum, Renato Rovai, em seu comentário no Fórum Onze e Meia, considerou o programa um convescote.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum