Áudio vazado revela influência do dono do BTG Pactual nas políticas do BC

Na conversa, o banqueiro André Esteves ataca a presidenta Dilma Rousseff e elogia Michel Temer

Áudio obtido pelo Brasil 247 revela que o dono do BTG Pactual, o banqueiro André Esteves, tem preferência pelo PSDB, critica a ex-presidenta Dilma Rousseff (PT) e elogia Michel Temer (MDB), um dos articuladores do golpe de 2016.

Na conversa, Esteves também conta que, no dia em que vários secretários de Paulo Guedes pediram demissão, o presidente da Câmara, Arthur Lira (PP-AL), o procurou.

Além disso, André Esteves comenta sobre uma sobre provável vitória de Lula (PT) em 2022 e afirma que ainda terão “dois anos de Roberto Campos Neto” como presidente do Banco Central (BC).

As eleições de 2022 também entraram na pauta da conversa, para o banqueiro o presidente Jair Bolsonaro é o favorito “se ficar calado”.

Por fim, afirma que Lula terá chances de vitória se fizer um movimento mais ao centro e atrair nomes como o de Henrique Meirelles, que presidiu o Banco Central durante os governos do petista.

Confira abaixo o áudio com as falas de André Esteves:

Com informações do Brasil 247

Avatar de Marcelo Hailer

Marcelo Hailer

Jornalista (USJ), mestre em Comunicação e Semiótica (PUC-SP) e doutor em Ciências Socais (PUC-SP). Professor convidado do Cogeae/PUC e pesquisador do Núcleo Inanna de Pesquisas sobre Sexualidades, Feminismos, Gêneros e Diferenças (NIP-PUC-SP). É autor do livro “A construção da heternormatividade em personagens gays na televenovela” (Novas Edições Acadêmicas) e um dos autores de “O rosa, o azul e as mil cores do arco-íris: Gêneros, corpos e sexualidades na formação docente” (AnnaBlume).

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR