Fórumcast, o podcast da Fórum
10 de setembro de 2019, 07h59

Augusto Aras foi o único candidato à PGR a assinar carta de compromisso com juristas evangélicos

Entre as principais bandeiras da entidade está o que aliados do bolsonarismo definem como "ideologia de gênero". Na carta, o termo é citado para proibir o registro de nomes de acordo com a identidade da pessoa

Augusto Aras (Foto: Roberto Jayme/Ascom/TSE)

Indicado pelo deputado federal Alberto Fraga (DEM-DF), um dos líderes da bancada da bala, Augusto Aras, escolhido por Jair Bolsonaro para ser o novo Procurador-Geral da República, foi o único postulante ao cargo que assinou uma carta de compromisso com uma série de “valores cristãos” descritos pela Associação Nacional de Juristas Evangélicos (Anajure).

Se você curte o jornalismo da Fórum clique aqui. Em breve, você terá novidades que vão te colocar numa rede em que ninguém solta a mão de ninguém

Pelas redes sociais, a associação comemorou a escolha de Aras para a PGR, ressaltando que ele foi o único a assinar o texto.

Segundo o documento, de dez páginas, registra visão da entidade – braço das igrejas protestantes no meio jurídico – sobre temas como liberdade religiosa, sexualidade, aborto, gênero, conceito de família, acolhimento de refugiados, ensino confessional, repressão à corrupção e separação dos Poderes, entre outros. Parte do texto sugere posições institucionais que, no entendimento da associação, deveriam ser adotadas pelo Ministério Público e pelo governo.

Entre as principais bandeiras da entidade está ao que os aliados do bolsonarismo definem como “ideologia de gênero”. Na carta, o termo é citado para proibir o registro de nomes de acordo com a identidade da pessoa. “Os registros públicos de qualquer ordem e as estruturas físicas dos órgãos e entidades públicas devem ser pautados pelo critério do gênero binário natural (masculino e feminino)”, diz o texto.

Conservadorismo
Demonstrando alinhamento ao conservadorismo, Aras convidou nesta segunda-feira (9) o chefe da Procuradoria da República em Goiás, Ailton Benedito, para participar de sua equipe.

Evangélico, Benedito é um dos principais articuladores de Bolsonaro dentro do Ministério Público Federal e defende publicamente as bandeiras do governo, além de atacar o site The Intercept e o jornalista Glenn Greenwald, responsáveis pela série de reportagens da Vaza Jato.


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum