Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
07 de novembro de 2019, 18h23

Augusto Nunes, um covarde sem caráter, por Ruy Mesquita Filho

Executivo e um dos herdeiros do grupo Estado mostra, em texto, quem é Augusto Nunes, que agrediu Glenn Greenwald, e como foi sua passagem por este veículo de comunicação

Augusto Nunes - Foto: Divulgação/TV Record

Um dos herdeiros do grupo Estado de comunicação, Ruy Mesquita Filho, já havia alertado sobre a personalidade do jornalista Augusto Nunes, que foi protagonista de um ato de covardia nesta quinta-feira (7). Durante participação no programa Pânico, da rádio Jovem Pan, Nunes se desentendeu com Glenn Greenwald, editor do The Intercept Brasil, e o agrediu com socos em pleno estúdio.

Mesquita relembrou a passagem de Nunes pelo grupo Estado. No texto, ele não usa meias palavras para dizer que o jornalista “não tem caráter, é amoral, manipulador de notícias”.

Veja abaixo o texto de Ruy Mesquita Filho, sobre quem é Augusto Nunes:

“Augusto Nunes não tem caráter, é amoral, manipulador de notícias e nisso eu provo confrontando o noticiário do Jornal da Tarde e do Estado durante a campanha presidencial e Collor. Ele tentou de todas as formas contratar uma equipa paralela em Brasília para fugir do controle da Agência Estado e com isso fazer todo tipo de maracutaia. Não conseguiu. Falava para todo mundo que iria suceder o Julio Neto no comando do jornal e pôr para fora os filhos do Ruy Mesquita. Não conseguiu. Fez o possível e o impossível para nos intrigar, sua especialidade. Não conseguiu. Nunca pôs a mão na massa. Não gosta de trabalhar. Só de aparecer. Mais: disse a ele numa reunião com meus primos e meus irmãos, além do Elói Gertel e do Sandro Vaia, que o problema dele não era o que estávamos discutindo naquela hora, mas sim que ele é um desprovido completo de uma coisa que qualquer homem sério tem: caráter. Esse foi o fim do Augusto aqui no Estado”.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum