Aziz desafia Bolsonaro: “diga que Ricardo Barros é um homem honesto”

O presidente da CPI disse que ele, Randolfe Rodrigues e Renan Calheiros vão enviar carta a Bolsonaro solicitando que ele diga se são verdadeiras ou não as denúncias de Luis Miranda

O senador Omar Aziz (PSD-AM), presidente da CPI da Covid, desafiou o presidente Jair Bolsonaro (Sem Partido) durante sessão da CPI desta quinta-feira (8), a desmentir Luis Miranda (DEM-DF). O deputado federal afirmou que recebeu oferta milionária de propina do líder do governo, o deputado federal (PP-PR) Ricardo Barros, para parar de atrapalhar a compra da Covaxin pelo Ministério da Saúde.

De acordo com Aziz, ele, o vice-presidente da CPI Randolfe Rodrigues (Rede-AP) e o relator Renan Calheiros (MDB-AL) vão enviar carta solicitando que Bolsonaro diga se são verdadeiras ou não as denúncias do deputado.

“Hoje, eu, o vice-presidente e o relator estamos mandando uma pequena carta para o senhor para dizer se o deputado Luis Miranda tá falando a verdade ou não. O senhor não responde, passa 50 min querendo desqualificar a CPI. É só uma resposta, presidente. Só uma que o Brasil quer ouvir de Vossa Excelência: diga que o deputado Luis Miranda é um mentiroso. Diga, que seu líder na Câmara é um homem honesto”, disse.

Aziz afirmou ainda, em tom de desabafo, que Bolsonaro, “como de costume, passou 50 minutos no cercadinho, o cercado que ele utiliza pra atacar a honra dos outros e de uma forma vil, me coloca como se eu estivesse desviado R$ 60 milhões. Não sei onde ele ouviu isso, mas infelizmente, como ele se informa através de compadres, de compadrio, de coisas pequenas, a gente releva”.

“Presidente, eu lhe desafio a procurar um processo que eu seja réu ou denunciado. Vossa excelência precisa procurar, o senhor já mandou seus agentes de informação vasculharem minha vida toda. Eu não tenho dúvidas disso”, afirmou Aziz.

Aziz disse ainda não ter nenhuma linha pra falar sobre Bolsonaro a respeito de roubo, de ser genocida ou de praticar “rachadinha”. “Lhe acuso de ser contra a ciência, de não querer fazer propaganda para a vacinação do povo brasileiro e de desqualificar as vacinas que estão salvando vidas”, encerrou.

Avatar de Julinho Bittencourt

Julinho Bittencourt

Jornalista, editor de Cultura da Fórum, cantor, compositor e violeiro com vários discos gravados, torcedor do Peixe, autor de peças e trilhas de teatro, ateu e devoto de São Gonçalo - o santo violeiro.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR