Ouça o Fórumcast, o podcast da Fórum
06 de maio de 2019, 22h20

Bancada do PT na Alesp vai exigir providências contra ameaça de deputado do PSL

Em vídeo, Emidio de Souza (PT-SP) criticou a conduta do deputado estadual Adalberto Freitas (PSL-SP) que, na semana passada, avisou que possui dois assessores que andam armados, em uma clara ameaça a deputados da oposição e movimentos sociais que frequentam a Alesp

Foto: Reprodução/YouTube

O deputado estadual Emidio de Souza (PT-SP) informou, através de um vídeo divulgado em suas redes sociais nesta segunda-feira (6), que a bancada do PT acionará o Colégio de Líderes da Assembleia Legislativa de São Paulo (Alesp) nesta terça-feira (7) e que exigirá da Mesa Diretora providências contra a bancada do PSL por ameaças à movimentos sociais e aos próprios deputados da oposição.

Endossado por outros parlamentares do partido de Jair Bolsonaro, o deputado Adalberto Freitas (PSL-SP), na última quinta-feira (2), se revoltou com a presença de trabalhadores do Sindicato dos Professores do Ensino Oficial do Estado de São Paulo (Apeoesp) e, em discurso direcionado à deputada Professora Bebel (PT-SP), informou, em claro tom de ameaça, que seus assessores andam armados.

“No meu gabinete tem duas pessoas armadas que me defendem. Se forem lá, no terceiro andar, 3109, peça para ir lá, e vou deixar aqui acertado, viu senhor presidente, se acontecer algum acidente nesta casa, se eu ter de defender a minha integridade e acontecer algum problema de morte nesta casa, a culpa vai ser da senhora, a culpa vai ser da senhora”, disparou o deputado bolsonarista.

“A Assembleia é lugar de diálogo, não é uma guerra de armas. Não é assim que se resolve os problemas (…) Acho importante cada cidadão ter noção exata do que acontece na Alesp para não ser surpreendido”, afirmou Emidio.

Assistam ao vídeo:


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum