Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
29 de junho de 2018, 13h36

Barroso autoriza PF a seguir com inquérito sobre Temer mesmo durante recesso

Polícia Federal havia pedido mais 60 dias para concluir o inquérito, cujo prazo vencia no início de julho

O relator do inquérito que investiga Michel Temer no caso dos portos, o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribuna Federal (STF), determinou que a Polícia Federal (PF) prossiga com a apuração até uma decisão a respeito do pedido de prorrogação do prazo. Na quinta-feira (28), a PF havia pedido para ampliar o prazo, que inicialmente terminaria no início de julho, em mais 60 dias. A justificativa é que ainda não foi possível concluir a apuração, segundo reportagem de Mariana Oliveira, do G1.

Barroso informou que, devido ao recesso do Judiciário, que começa na próxima semana e só termina no final de julho, o delegado responsável foi autorizado a prosseguir com as investigações. Na decisão desta sexta (29), o ministro do STF pediu um parecer da Procuradoria Geral da República sobre o assunto. “Sem prejuízo, considerada a véspera do recesso e o conteúdo da peça em que formulado o pedido, autorizo o Ilmo. Sr. Delegado de Polícia Federal, Dr. Cleyber Malta Lopes, a prosseguir com as diligências de investigação […] até que venha aos autos a manifestação da Procuradoria-Geral da República”, escreveu o ministro.

Barroso estabeleceu ainda que nenhum superior poderá retirar o delegado Cleyber Malta Lopes do caso sem justificativas, como prevê a lei que trata de investigação criminal por delegados. A investigação apura se um decreto editado por Temer tinha por objetivo beneficiar empresas específicas que atuam no Porto de Santos (SP).


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum