Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
11 de fevereiro de 2020, 15h25

Bia Doria nega separação e diz que foi uma ‘durinha’

Desde dezembro João Doria está dormindo no Palácio dos Bandeirantes

A primeira-dama Bia Doria negou à revista Veja, nesta terça-feira (11), que esteja se divorciando do governador de São Paulo, João Doria Jr.

“Eu fui pega de surpresa com a notícia da separação e entrei em contato com meu marido para entender. O João está em uma missão no exterior e não quer me falar detalhes por telefone”, contou Bia.

Desde dezembro João Doria está dormindo no Palácio dos Bandeirantes.

Ela explicou porque impediu que João Doria voltasse para a mansão do casal. “Essa tentativa de retorno ocorreu, é verdade, mas foi uma ‘durinha’. Uma forma minha de cobrar por atenção e fazê-lo analisar o que a família está pedindo”.

Ela disse ainda aguardar que Doria volte dos Emirados Árabes para que os dois conversem sobre o que aconteceu. “Tudo vai ficar bem”, afirmou.

Mais cedo, ela falou à coluna de Mônica Bergamo, não saber de nada a respeito de sua separação.

“Eu não sei de nada. Não estamos nos separando. Eu pelo menos não me separei dele. E ele nada falou comigo”, afirma ela.

As mulheres não perdoam

O assunto caiu como uma bomba nos meios políticos. Vários internautas e personalidades comentaram sobre a separação. Entre os mais contundentes está o da deputada estadual, Janaina Paschoal. Ela afirmou em sua conta do Twitter, na manhã desta segunda-feira, esperar que a nota, publicada por Lauro Jardim no Globo seja “mais uma intriga sem fundamento”. “As mulheres brasileiras não perdoam ingratidão”, afirma.

Janaina lembra o caso do “vídeo indecente em todos os sentidos” que circulou poucos dias antes das eleições de 2018. A deputada lembra que “o então candidato veio a público, ao lado de uma esposa visivelmente abalada, jurar ter um casamento sólido, ser pai de três filhos e, em resumo, ser um bom pai de família. Os votos foram dados ao casal!”.

O vídeo indecente

A quatro dias da campanha eleitoral de 2018, circulou pelas redes e grupos de whatsapp um vídeo onde Dória supostamente apareceria em uma situação embaraçosa, com algumas mulheres.

A Fórum, na época, recebeu o vídeo, com conteúdo íntimo, em vários grupos, mas decidiu não publicar por respeito ao público e ao processo eleitoral.

O candidato divulgou um vídeo, no mesmo dia, onde se pronunciava sobre o vazamento.

Ao lado de sua esposa Bia Doria, que não falou nada e apareceu visivelmente constrangida, o tucano afirmou que o vídeo era uma “produção grotesca” e uma “fake news.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum