Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
28 de janeiro de 2020, 07h55

Blogueiro bolsonarista faz chacota com intimação para depor no STF em investigação sobre fake news

Allan dos Santos foi intimado a depor no inquérito 4781, que investiga a rede de propagação de fake news e ameaças recebidas por membros do STF. "STF tá chateadinho?", ironizou ele, em tuíte compartilhado por Eduardo Bolsonaro

Allan dos Santos e Eduardo Bolsonaro (Foto: Agência Câmara)

Acusado de ser um dos líderes da milícia virtual bolsonarista, o blogueiro Allan dos Santos fez chacota com uma intimação para prestar depoimento no Supremo Tribunal Federal (STF) nas investigações feitas pela corte sobre a divulgação de fake news.

“Oi, dentadura! É você? STF quer que eu vá para um interrogatório sem saber NADA sobre ele. Réu? Testemunha? Meus advogados não conseguem ter acesso aos autos”, ironizou o bolsonarista, compartilhando imagem da intimação que é assinada pelo ministro Alexandre de Moraes com os dizeres: “STF tá chateadinho?”.

O tuíte foi compartilhado por Eduardo Bolsonaro (PSL-SP), que ainda fez um comentário na publicação: “Bizarro”.

O inquérito 4781, que investiga a rede de propagação de fake news e ameaças recebidas por membros do STF, foi instaurado a pedido do presidente da corte, Dias Toffoli, e é relatado por Alexandre de Moraes.

Em depoimentos na Comissão Parlamentar Mista de Inquérito (CPMI) das Fake News, Allan dos Santos foi acusado por ex-aliados, como Joice Hasselmann (PSL-SP) e Alexandre Frota (PSDB-SP) de ser um dos comandantes da milícia virtual que atua propagando fake news pró-Bolsonaro desde os tempos da eleição presidencial.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum