Fórumcast, o podcast da Fórum
22 de julho de 2019, 11h15

Bolsominions viram meme ao confundir bandeira do Maranhão com a de Cuba em vídeo de Alcione

Alcione usou em vídeo um vestido com as cores do seu estado, o Maranhão

Reprodução/Instagram

A cantora maranhense Alcione fez um vídeo, na manhã deste sábado (20), usando um vestido com as cores do seu estado para defender a população nordestina após os ataques preconceituosos do presidente Jair Bolsonaro (PSL-RJ) contra a região.

O vídeo teve grande repercussão, inclusive entre as redes bolsonaristas, que criticaram a Marrom por estar usando, pasmem, um vestido com as cores da bandeira de Cuba. O termo “Bandeira de Cuba” foi parar nos TT’s do Twitter na manhã desta segunda-feira.

As bandeiras do estado do Maranhão e a de Cuba. Foto: Reprodução

O vestido da cantora era inspirado, na verdade, pela bandeira do estado do Maranhão. No vídeo ela afirma, indignada: “Meu pai sempre me dizia, que meu avó já dizia para ele: quem tem respeito, se dá. E o senhor não está se dando respeito. O senhor precisa respeitar o povo nordestino. Respeite o Maranhão. O senhor tem medo de facada, tem medo de tiro, mas o senhor precisa ter medo do pensamento. O pensamento é uma força. Pense em mais de 30 milhões de nordestinos pensando contra o senhor? Comece a nos respeitar. Respeite o povo brasileiro”, afirmou, com o dedo em riste.

Veja a repercussão da confusão nas redes:


Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum