Bolsonarista, Véio da Havan diz que está ao lado de Moro: “Herói brasileiro”

Internautas questionaram o empresário se manteria o apoio a Jair Bolsonaro após as denúncias de crimes de responsabilidade feitas pelo ex-juiz

O dono da rede de lojas Havan, Luciano Hang, foi às redes sociais nesta sexta-feira (24) para elogiar o ex-juiz Sergio Moro após seu pedido de demissão do Ministério da Justiça. Apesar de ser um bolsonarista declarado, Véio da Havan disse que está ao lado de Moro.

“Obrigado por tudo que você fez pelo nosso país. Gerações e gerações lembrarão do seu legado. O povo brasileiro estará sempre ao seu lado. Estamos juntos”, escreveu o empresário.

Em seu anúncio de demissão na manhã desta sexta, Moro listou uma série de crimes de responsabilidade que Bolsonaro cometeu ao longo de seu mandato na presidência da República.

Moro disse que Bolsonaro teve a intenção de interferir politicamente na Polícia Federal, não apenas na direção-geral, mas nas superintendências regionais. Além disso, disse que o presidente afirmou expressamente que queria uma PF subordinada a ele, que ele tivesse acesso pessoal à cúpula da PF para interferir em investigações em andamento e inclusive ter acesso a relatórios de inteligência.

Moro disse ainda que Bolsonaro também gostaria de ter acesso a inquéritos que correm no Supremo Tribunal Federal (STF) e manifestou a ele preocupação com essas investigações.

Internautas questionaram Luciano Hang se ele continuaria apoiando o presidente após as denúncias do ex-juiz. O empresário, no entanto, ainda não se pronunciou sobre o assunto.

https://twitter.com/luciano_hang/status/1253703512250351619
Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR