Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
07 de outubro de 2018, 22h03

Bolsonaro, após anúncio de 2º turno: “se tivéssemos confiança no voto eletrônico já teríamos o nome do presidente”

Militar da reserva diz que vai ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) "exigir soluções para o que aconteceu agora - e foi muita coisa", sem afirmar exatamente o que aconteceu.

Reprodução/Facebook

Ao lado do economista Paulo Guedes, o presidenciável Jair Bolsonaro (PSL) participou de um vídeo ao vivo em sua página no Facebook após a confirmação do segundo turno na disputa presidencial contra o petista Fernando Haddad.

Mostrando-se abatido, Bolsonaro agradeceu os “50 milhões que sufragaram votos” e voltou a colocar em dúvida o processo eleitoral, dizendo que vai ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE) “exigir soluções para o que aconteceu agora – e foi muita coisa”.

“Se tivéssemos confiança no voto eletrônico já teríamos o nome do presidente da República hoje”, complementou.

Segundo o presidenciável, foram recebidas muitas críticas de urnas. “Você votava para governador e encerrava. Apertava o 1 e já aparecia o candidato da esquerda”.

Nordestino: “tanto brasileiro quanto outro qualquer”
Bolsonaro ainda fez um aceno para o Nordeste, que, em grande parte, foi responsável por levar as eleições para o segundo turno. O militar disse que quer livrar o povo “livre, conservador e trabalhador” do Nordeste da “coação do PT”. “O nordestino é tanto brasileiro quanto outro qualquer”, disse.

O militar da reserva acusou os oposicionistas, em especial o PT, de “quebrar empresas e bancos públicos”. “Não vai ser fácil o segundo turno. Eles tem bilhões para gastar”, afirmou, ressaltando ainda que eles “têm também parte da mídia favorável a seus propósitos”.

Segundo Bolsonaro, o Brasil não pode continuar “flertando com o socialismo e o comunismo” e propôs “diminuir o tamanho do estado, pois somente desta maneira combateremos a corrupção”. “Temos a proposta de Paulo Guedes, de tirar o estado do cangote de quem produz”.

Assista ao pronunciamento


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum