Fórumcast #20
07 de maio de 2019, 12h59

Bolsonaro cede e desmembra pasta em dois ministérios para lotear entre partidos

As novas pastas serão usadas para cooptar apoio de partidos políticos no Congresso Nacional, na prática da velha política criticada pelo governo

Bolsonaro com Fernando Bezerra (MDB), Davi Alcolumbre (DEM) e general Mourão (Divulgação)

Após acerto com Jair Bolsonaro e os ministros Paulo Guedes (Economia) e Onyx Lorenzoni (Casa Civil), o senador Fernando Bezerra Coelho (MDB/PE) anunciou na manhã desta terça-feira (7) que o governo cedeu e concordou com o desmembramento do Ministério do Desenvolvimento Regional em duas pastas, Cidades e Integração.

“Ficou decidido que o ministério do Desenvolvimento Regional vai ser desmembrado e vai ser recriado o Ministério das Cidades e o Ministério da Integração Nacional”, afirmou.

Segundo reportagem de Danielle Brant e Daniel Carvalho, na Folha de S.Paulo, um articulador do Palácio do Planalto disse reservadamente que estas pastas serão comandadas por políticos.

As novas pastas serão usadas para cooptar apoio de partidos políticos no Congresso Nacional, na prática da velha política criticada pelo governo.

O Executivo, até agora, apresenta dificuldades no diálogo com o Congresso e se vê ameaçado em votações como a da reforma da Previdência e da própria medida provisória que define a reestruturação do governo.

Os partidos que devem comandar as pastas ainda não foram definidos. Atualmente, apenas integrantes de DEM, MDB, Novo e PSL são ministros.

Veja também:  Minúsculo: Governador de Minas já inicia distanciamento de Bolsonaro

Você pode fazer o jornalismo da Fórum ser cada vez melhor

A Fórum nunca foi tão lida como atualmente. Ao mesmo tempo nunca publicou tanto conteúdo original e trabalhou com tantos colaboradores e colunistas. Ou seja, nossos recordes mensais de audiência são frutos de um enorme esforço para fazer um jornalismo posicionado a favor dos direitos, da democracia e dos movimentos sociais, mas que não seja panfletário e de baixa qualidade. Prezamos nossa credibilidade. Mesmo com todo esse sucesso não estamos satisfeitos.

Queremos melhorar nossa qualidade editorial e alcançar cada vez mais gente. Para isso precisamos de um número maior de sócios, que é a forma que encontramos para bancar parte do nosso projeto. Sócios já recebem uma newsletter exclusiva todas as manhãs e em julho terão uma área exclusiva.

Fique sócio e faça parte desta caminhada para que ela se torne um veículo cada vez mais respeitado e forte.

Apoie a Fórum