Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
05 de dezembro de 2019, 19h23

Bolsonaro consegue registro em Brasília para criação do novo partido

Após a oficialização, será preciso criar CNPJ e protocolo junto ao TSE; em seguida, a sigla terá o período de dois anos para coletar 500 mil assinaturas em nove estados

Foto: Reprodução

O primeiro passo para a criação efetiva do novo partido da família Bolsonaro foi dado. O registro do Aliança Pelo Brasil (APB) foi oficializado, nesta quinta-feira (5), em Brasília, de acordo com reportagem de Guilherme Mazieiro, do UOL.

Agora, será preciso a criação de um CNPJ, além do protocolo junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Após esse processo, o partido terá o período de dois anos para coletar 500 mil assinaturas em nove estados.

Não é sócio Fórum? Quer ganhar 3 livros? Então clica aqui.

O advogado Admar Gonzaga, ex-ministro do TSE que cassou a candidatura de Lula em 2018, disse: “Acredito que vamos chegar a 1 milhão de assinaturas até março. Vamos ter mais do que o dobro do que precisamos. O receio é com os prazos da Justiça Eleitoral, não há braço para checagem de assinaturas”.

Dificuldades

“Ao longo do período para criação, cada lote de assinaturas que levarmos para os cartórios, os técnicos têm 15 dias para conferir e lançá-las no sistema do TSE. E sabemos que a estrutura tem dificuldades para isso”, afirmou Gonzaga.

A aposta de Bolsonaro está em obter assinaturas digitais, o que, segundo seus apoiadores, poderia facilitar a coleta. O TSE sinalizou que pode aceitar essa prática, mas não para as próximas eleições.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum