O que o brasileiro pensa?
02 de fevereiro de 2020, 18h48

Bolsonaro culpa governadores por preço alto dos combustíveis

Parlamentares não gostaram de ver o presidente jogar a responsabilidade nos governos estaduais

Doria, Bolsonaro e Guedes (Foto: Reprodução/Redes sociais)

O presidente Jair Bolsonaro fez uma sequência de tuítes neste domingo (2) jogando nos governadores estaduais a responsabilidade pelo aumento do preço do preço da gasolina no país. A postagem irritou parlamentares.

“Pela 3a vez consecutiva baixamos os preços da gasolina e diesel nas refinarias, mas os preços não diminuem nos postos, por que? Porque os governadores cobram, em média 30% de ICMS, sobre o valor médio cobrado nas bombas dos postos e atualizam apenas de 15 em 15 dias, prejudicando o consumidor”, disse o ex-capitão.

Segundo o presidente, “os governadores não admitem perder receita” e afirmou que vai “mudar a legislação por Lei Complementar de modo que o ICMS seja um valor fixo por litro”. “O Presidente da República encaminhará proposta ao Legislativo e lutará pela sua aprovação”, completou.

O deputado federal Marcelo Ramos (PL-AM), vice-líder do PL, criticou a publicação de Bolsonaro. “Sobre a postagem do presidente em relação ao preço da gasolina. P15% do preço da gasolina ao consumidor é composto por tributos federais (CIDE, PIS e COFINS), portanto, se for verdade o desejo do presidente de baixar o preço é só ele reduzir as alíquotas desses tributos federais”, sugeriu.

O deputado federal ex-bolsonarista Alexandre Frota (PSDB-SP) também criticou a publicação. “Olha só que curioso. Bolsonaro está cobrando algo que o Governo Federal deveria fazer. É fácil jogar a responsabilidade para os outros e tentar manipular a opinião pública”, tuitou.

https://twitter.com/marceloramosam/status/1224082904998981635

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum