Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
16 de setembro de 2019, 10h22

Bolsonaro dá aval a Davi Alcolumbre para negociar cargos em troca de aprovação de Eduardo Bolsonaro para embaixada

Para o presidente é mais importante aprovar o filho na embaixada do que a própria reforma da Previdência que tramita no Senado

Foto: Marcos Oliveira/Agência Senado

Preocupado com a aprovação do filho para o cargo de embaixador nos Estados Unidos, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) colocou o presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP), como principal articulador de votos para emplacar Eduardo em Washington. De acordo com Daniela Lima, da Folha de S.Paulo, Bolsonaro deu “todos os instrumentos” para que o presidente da Casa possa negociar com as bancadas.

Se você curte o jornalismo da Fórum clique aqui. Em breve, você terá novidades que vão te colocar numa rede em que ninguém solta a mão de ninguém

Segundo dirigentes de partidos ouvidos pela jornalista, o presidente do Senado tem feito conversas individuais com senadores do centrão. Nesses encontros, explica que a indicação de Eduardo tornou-se questão central para o governo e pergunta sobre demandas que poderiam ser levadas a Bolsonaro, como forma de “trocar favores” e angariar votos ao filho 03.

Diferente do que tem acontecido na Câmara, os esforços em torno da reforma da Previdência são secundários. A liberação de cargos e emendas no Senado – prática comum da “velha política” – está totalmente ligada aos interesses aparentemente prioritários de Bolsonaro em emplacar Eduardo na embaixada.

Nomeações no Cade

Para ser aprovado, Eduardo Bolsonaro tem de receber o apoio de ao menos 41 dos 81 senadores na votação no plenário do Senado. Como uma de suas estratégias para conseguir “amaciar o terreno” na Casa, Bolsonaro se dispôs a negociar nomes  de conselheiros no Cade (Conselho Administrativo de Defesa Econômica), através da intermediação de Alcolumbre, também neste mês de setembro.

Sem oposição de senadores aos novos nomes encaminhados, presidente e parlamentares “entraram em consenso” a respeito dos nomes, o que pode facilitar o apoio a Eduardo Bolsonaro.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum