sexta-feira, 25 set 2020
Publicidade

Bolsonaro decide indicar olavista Nestor Forster para embaixada nos EUA por afinidade ideológica

Depois de pressionar o filho e deputado federal Eduardo Bolsonaro (PSL-SP) para que abandonasse a ideia de ocupar o cargo de embaixador nos Estados Unidos, o presidente Jair Bolsonaro (PSL) anunciou que irá indicar o olavista Nestor Forster para o posto. O diplomata era o primeiro nome cotado para a função e, de acordo com Gustavo Uribe, da Folha de S. Paulo, a escolha final se deu por “afinidade ideológica”.

Bolsonaro informou que deverá oficializar o nome de Forster ao Senado em novembro, quando retornar ao Brasil. Enquanto isso, Eduardo permanecerá no país para ser líder do PSL na Câmara dos Deputados.

No início do ano, Forster foi promovido ao posto de ministro de primeira classe, tornando-se apto a assumir uma embaixada. Desde abril, o olavista teve participações em reuniões importantes do governo brasileiro nos Estados Unidos.

O presidente já havia mencionado no começo da semana a sua intenção de indicar Forster, caso o filho desistisse da indicação. Durante sua viagem ao Japão, nesta terça-feira (22), Bolsonaro disse que não ia interferir na decisão de Eduardo, mas que abrir mão da indicação seria algo mais estratégico no momento atual.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.