#Fórumcast, o podcast da Fórum
26 de janeiro de 2019, 10h35

Bolsonaro diz que a questão da Vale “não tem nada a ver” com o governo

Depois, ele lembrou que "apenas cabe a nós a fiscalização, por parte do Ibama"

Foto: Agência Câmara

O presidente Jair Bolsonaro (PSL) afirmou, em entrevista a uma rádio de Brumadinho (MG), que o governo federal “não tem nada a ver” com o que chamou de “a questão” da empresa. Depois de dizer que “lamenta profundamente o ocorrido”, Bolsonaro classificou o desastre como um “acidente. “A gente sabe que, a princípio, esse tipo de acidente pode ser evitado, sim”, declarou.

Fórum precisa ter um jornalista em Brasília em 2019. Será que você pode nos ajudar nisso? Clique aqui e saiba mais

Bolsonaro disse ainda que não quer “começar a culpar os outros pelo que está acontecendo. Mas, algo está sendo feito errado ao longo dos tempos”, continuou, acrescentando que o novo ministro das Minas e Energia, o almirante Bento Costa Lima Leite, “sequer teve ainda como montar uma boa administração que vai particularizar a operação dessas áreas que cabem a ele”.

Em seguida, isentou a própria administração de responsabilidade. “Se bem que a questão da Vale do Rio Doce não tem nada a ver com o governo federal”, disse.

Logo depois, no entanto, ele lembrou que “apenas cabe a nós a fiscalização, por parte do Ibama [Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis], que é um órgão vinculado ao Ministério do Meio Ambiente, e buscar meios para se antecipar a problemas”.

“Mas esses meios partem primeiramente da empresa que executa a obra, e só em Minas são 450 represas parecidas, como essa, e no Brasil todo são quase 1.000. Então é um número enorme”, declarou. Nesse momento, a ligação caiu.

Com informações do UOL

Agora que você chegou ao final desse texto e viu a importância da Fórum, que tal apoiar a criação da sucursal de Brasília? Clique aqui e saiba mais


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum