Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
11 de outubro de 2018, 07h52

Bolsonaro diz que Datafolha prepara terreno para fraude: “o que eu fiz para não ter mais votos?”

Ao lado do dono da Havan, militar da reserva analisa números que, na verdade, são da pesquisa Big Data/Veja, faz contas incoerentes e acusa o Datafolha de preparar terreno para fraude nas eleições.

Jair Bolsonaro e Luciano Hang - Reprodução/Twitter

Em um vídeo divulgado em seu Twitter na madrugada desta quinta-feira (11), o presidenciável do PSL, Jair Bolsonaro, menospreza o resultado da pesquisa Datafolha divulgada nesta quarta-feira (10) e diz que o “instituto prepara terreno para possível fraude”. “Olhe Supremo Tribunal Federal, TSE o que vai acontecer no Brasil. Será que o pessoal vai aceitar uma fraude. Que motivo eu dei, que eu fiz para não ter mais votos?”

Ao ser informado incorretamente que ele ficou com “54% e Haddad com 46%” – números que, na verdade, se referem à pesquisa Big Data, encomendada pela revista Veja – o militar da reserva dá uma gargalhada. “Estão acertando as pesquisas para possível fraude. Só pode ser”, diz.

Ao lado do empresário Luciano Hang, dono da rede de lojas Havan – que foi obrigado pela Justiça do Trabalho a publicar um vídeo dizendo que o voto é livre, após coagir funcionários a votarem no militar -, Bolsonaro faz contas simplistas para detectar onde Haddad teria subido.

“Subiu 16%. E quais seriam os 16%. Vamos pegar os 10% do Ciro, que muita gente não vai votar em mim, 1% do Boulos…”, neste momento há um corte de edição no vídeo, que é retomado com Hang dizendo que “não vê ninguém que não vai votar no Bolsonaro”.

O empresário ainda faz terrorismo com o sistema eleitoral brasileiro, bem ao modo dos vídeos que fez com seus funcionários – e que foram proibidos pela Justiça. “Estamos com problemas no país. Eu ando na rua e tá todo mundo apavorado não acreditando nas urnas eletrônicas. E isso é muito sério.”

Assista.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum