Bolsonaro diz que não compra produtos de empresas que anunciam na Folha de S.Paulo

O jornal já havia sido excluído pela Presidência da República da lista de periódicos que serão assinados pelo governo.

O presidente Jair Bolsonaro resolveu, nesta sexta-feira (29), que é pouco tirar a Folha da lista de periódicos que serão assinados pelo governo. A partir de agora, ele vai também boicotar quem anuncia no jornal.

“Eu não quero ler a Folha mais. E ponto final. E nenhum ministro meu. Recomendo a todo Brasil aqui que não compre o jornal Folha de S.Paulo. Até eles aprenderem que tem uma passagem bíblica, a João 8:32. A imprensa tem a obrigação de publicar a verdade. Só isso. E os anunciantes que anunciam na Folha também.”

“Qualquer anúncio que faz na Folha de S.Paulo eu não compro aquele produto e ponto final. Eu quero imprensa livre, independente, mas, acima de tudo, que fale a verdade. Estou pedindo muito?”, disse, em entrevista na porta do Palácio do Alvorada, diante de um grupo de apoiadores.

Bolsonaro deu a declaração após ser perguntado sobre a decisão da Presidência de excluir o jornal da relação de veículos nacionais e internacionais exigidos em um processo de licitação para fornecimento de acesso digital ao noticiário da imprensa.

Ao ser indagado se estaria defendendo um boicote à Folha, ele respondeu: “Já dei o meu recado”.

Com informações da Folha

 

Avatar de Redação

Redação

Direto da Redação da Revista Fórum.