Fórumcast, o podcast da Fórum
02 de setembro de 2019, 17h29

Bolsonaro diz que não vai manter Dodge na PGR porque “mulher não”, informa Noblat

Presidente se sustentaria em um argumento machista para decidir não manter Raquel Dodge como procuradora-geral da República

Rachel Dodge em lançamento do Programa Nacional de Incentivo ao Voluntariado (Foto: Valter Campanato/Agência Brasil)

O jornalista Ricardo Noblat relatou em seu blog no site da revista Veja, nesta segunda-feira (2), que o presidente Jair Bolsonaro estaria utilizando um argumento machista para justificar sua suposta inclinação para decidir pela não manutenção de Raquel Dodge como procuradora-geral da República.

“Por que ela é mulher”, seria o argumento do presidente.

“Bolsonaro acha que negociar com mulher é sempre mais complicado. E ele quer na Procuradoria uma pessoa que obedeça às suas ordens sem discussão”, escreveu Noblat.

Favorito

O favorito de Jair Bolsonaro para a assumir o lugar de Dodge na PGR em setembro é o subprocurador Antônio Carlos Simões Martins Soares. Ele já respondeu a um processo por delitos contra a fé pública. Soares foi acusado de falsificar a assinatura de um advogado em 1995. O STF concedeu habeas corpus e o processo foi encaminhado ao STJ, mas o caso acabou prescrevendo e o subprocurador não foi julgado.

Dentro do Ministério Público Federal (MPF), Simões é visto como “desconhecido” por todas as alas que compõem a Procuradoria. A rejeição a ele é tamanha que ministros do STF temem que ele passe por momentos de isolamento e resistência. O coordenador da Lava Jato, Deltan Dallagnol, por exemplo, já tem se pronunciado contra a indicação deste que é o nome mais cotado ao cargo.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum