terça-feira, 27 out 2020
Publicidade

Bolsonaro diz que operação que flagrou vice-líder com dinheiro na cueca é “orgulho” para o governo

Presidente diz que caso não tem a ver com seu mandato e que governo permanece sem corrupção

O presidente Jair Bolsonaro afirmou nesta quinta-feira (15) que a operação da Polícia Federal que flagrou dinheiro entre as nádegas do senador Chico Rodrigues (DEM-RR), vice-líder do governo no Senado, é “fator de orgulho” para o seu mandato. Apesar do histórico de amizade com Rodrigues, o ex-capitão negou que o caso tenha a ver com o governo.

“Lamento o desvio de recurso, seria bom que não houvesse, porque, afinal de contas, quando você desvia dinheiro da saúde, inocente morrem, então a operação de ontem é fator de orgulho para o meu governo”, disse a apoiadores no Palácio da Alvorada.

Em seguida, presidente disse que seu governo se resume a ministros, presidentes de estatais e dos bancos públicos. Ele também voltou a insistir em uma suposta ausência de casos de corrupção no seu mandato. Bolsonaro, no entanto, não informou se pretende afastar Rodrigues do posto de vice-líder no Senado.

“Alguns acham que toda a corrupção tem a ver com o governo. Não [tem]. Nós destinamos dezenas de bilhões de reais pra estados e municípios, tem as emendas parlamentares também, e, de vez em quando, não é muito raro, a pessoa faz uma mal versação desse recurso. Agora, a CGU tá de olho, a nossa polícia federal tá de olho”, disse. A informação é do jornal O Globo.

Sobre a operação da PF, Rodrigues disse ter tido seu lar “invadido por apenas ter feito meu trabalho como parlamentar, trazendo recursos para o combate à Covid-19 na saúde do estado”. Ele afirma ainda que “nunca me envolvi em escândalos de nenhum porte”.

“União estável”

Circula nas redes sociais um vídeo que mostra Bolsonaro trocando elogios com seu vice-líder no Senado. Na gravação, presidente diz ter “quase união estável” com o senador, em referência aos “20 anos de amizade”.

O vídeo é do tempo em que ambos eram deputados na Câmara. “É quase uma união estável, hein Chico”, afirmou Bolsonaro. Em seguida, o atual senador do DEM faz diversos elogios ao presidente, dizendo que ele está contribuindo com a “retomada da moralidade”.

Em outro vídeo, que também voltou a circular nas redes após a operação da PF, Bolsonaro presta uma homenagem ao seu vice-líder no Senado. A homenagem foi feita no dia 25 de agosto, Dia do Soldado.

Luisa Fragão
Luisa Fragão
Jornalista.