O que o brasileiro pensa?
08 de dezembro de 2019, 15h25

Bolsonaro e grupos evangélicos estariam negociando 5 milhões de assinaturas para formar partido, diz Antagonista

Em troca, evangélicos receberiam 2 ministérios no governo federal

Reprodução

Reportagem publicada neste domingo (8) na revista Crusoé e compartilhada pelo Antagonista, portal oficial da Lava Jato, afirma que evangélicos se comprometeram com o presidente Jair Bolsonaro a filiar à Aliança pelo Brasil (APB) pelo menos 5 milhões de pessoas. Em troca, grupo pede dois ministérios “de peso” em uma futura reforma do governo.

O registro do novo partido de Bolsonaro foi oficializado na quinta-feira (5), em Brasília. Ainda é necessário, no entanto, a criação de um CNPJ, além do protocolo junto ao Tribunal Superior Eleitoral (TSE). Após esse processo, o partido terá o período de dois anos para coletar 500 mil assinaturas em nove estados, o que preocupa o presidente.

Como estratégia, Bolsonaro já articula um “mutirão de cartórios” para a coleta das assinaturas necessárias para viabilizar a criação da legenda, e acordo com evangélicos seria parte desta mobilização. O entorno do presidente também prepara estratégias de comunicação para manter a base mobilizada quanto às chances de a sigla estar totalmente regularizada em tempo de concorrer às eleições municipais do ano que vem.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum