Bolsonaro ganha “fuzil artesanal” e debocha: “Essa máquina à noite em uma comunidade. Sai correndo ou não?”

Confira o trecho em que o presidente faz piada com a violência no Rio de Janeiro na mesma semana em que morreu a jovem Kathlen Romeu, grávida de 14 semanas

Durante transmissão ao vivo realizada nesta quinta-feira (10), o presidente Jair Bolsonaro ganhou de presente uma arma “artesanal” produzida por um ex-motorista da Polícia Federal, segundo ele. Ao receber o “mimo”, o mandatário fez uma piada de mal gosto com favelas.

“Tô muito feliz. Essa máquina aí numa comunidade, sai correndo ou não?”, disse Bolsonaro, rindo da situação, ao coronel Antônio Aginaldo de Oliveira, comandante da Força Nacional. O militar foi o responsável por buscar o presente do presidente.

“Se estiver na Avenida Brasil, por exemplo, um caboclo desses na tua frente naquela pista lateral com o trânsito parado, vai fazer o que coronel?”, completou Bolsonaro.

O comentário do presidente, que estimula a criminalização da pobreza, foi feito na mesma semana em que a jovem Kathlen Romeu, grávida de 14 semanas, morreu vítima da violência policial no Rio de Janeiro. A designer de interiores, de 24 anos, faleceu depois de ter sido baleada, na terça-feira (8), em um dos acessos ao bairro do Lins, na Zona Norte.

Confira o trecho e a íntegra:

Avatar de Lucas Rocha

Lucas Rocha

Lucas Rocha é formado em jornalismo pela Escola de Comunicação da UFRJ e cursa mestrado em Políticas Públicas na FLACSO Brasil. Carioca, apaixonado por carnaval e latino-americanista convicto, é repórter da sucursal do Rio de Janeiro da Revista Fórum e apresentador do programa Fórum América Latina