O que o brasileiro pensa?
10 de outubro de 2017, 08h56

Bolsonaro já defendeu a tortura e o fuzilamento de FHC. Veja o vídeo

A entrevista foi dada em 1999, quando o deutado já tinha 44 anos, ou seja, não era nenhum garoto

A coluna de Bernardo Mello Franco da Folha desta terça-feira (10) cita viagem que Jair Bolsonaro faz aos Estados Unidos para divulgar sua candidatura a presidente. De acordo com o colunista, Bolsonaro tenta a partir de agora suavizar o seu discurso para parecer menos radical.

Mello Franco lembra, no entanto, que em 1999, já com 44 anos, ou seja, não era nenhum garoto, o capitão reformado expôs suas ideias no programa “Câmera Aberta”, na Bandeirantes.

Na entrevista ele se gaba de sonegar impostos e estimula os telespectadores a fazerem o mesmo, defende a ditadura e a tortura, prega o fechamento do Congresso e diz que o Brasil precisava de uma guerra civil, mesmo que isso provocasse a morte de inocentes.

Depois, diz que a democracia é uma “porcaria” e conta o que faria se chegasse ao poder: “Daria golpe no mesmo dia. Não funciona”.

O deputado afirma que Chico Lopes, ex-presidente do Banco Central, merecia ser torturado em pleno Senado. “Dá porrada no Chico Lopes. Eu até sou favorável a CPI, no caso do Chico Lopes, tivesse pau de arara lá. Ele merecia isso: pau de arara. Funciona. Eu sou favorável à tortura.”

Mais adiante, Bolsonaro defende o fuzilamento do presidente Fernando Henrique e revela desprezo pelas eleições diretas: “Através do voto, você não vai mudar nada neste país. Nada, absolutamente nada. Você só vai mudar, infelizmente, quando nós partirmos para uma guerra civil aqui dentro. E fazendo um trabalho que o regime militar não fez. Matando 30 mil, e começando por FHC”.

As imagens de Bolsonaro falando à vontade, sem marqueteiros e assessores estão ai pra quem quiser ver.

*Com informações da Folha

Foto: Reprodução TV Bandeirantes


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum