Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
05 de Maio de 2019, 08h42

Bolsonaro já sinaliza volta à velha política

O governo deve ceder a reivindicações de parlamentares que querem alterar o organograma da Esplanada

Foto: Cleia Viana/Câmara dos Deputados

O governo Jair Bolsonaro deve ceder a algumas reivindicações de parlamentares que querem alterar o organograma da Esplanada, para manter em 22 o número de ministérios. Quem acompanha as negociações diz que o Planalto pretende atender já na comissão especial que analisa o tema ao menos quatro das oito mudanças que estão em discussão.

A Funai, por exemplo, deve retornar ao Ministério da Justiça e o registro sindical, que hoje está na pasta de Sergio Moro, será atrelado ao da Economia.

Bolsonaro admite ainda recriar o Conselho de Segurança Alimentar e recuar no monitoramento de ONGs. Outras propostas, mais polêmicas, como a transferência do Coaf (Conselho de Controle de Atividades Financeiras) das mãos de Moro para as de Paulo Guedes (Economia), ficariam para a análise do plenário.

Em troca, de acordo com aliados de Davi Alcolumbre (DEM-AP), presidente do Senado, as primeiras propostas de privatização de estatais vão chegar à Casa no início do segundo semestre. A expectativa é a de que Correios e EPL (Empresa de Planejamento e Logística) inaugurem a lista.

Com informações do Painel da Folha

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum