Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
21 de julho de 2019, 10h32

Bolsonaro justifica fala contra nordestinos e chama general que o criticou de “melancia”

Bolsonaro, apesar de áudio mostrar o contrário, fingiu que não chamou os nordestinos de "paraíba" e ainda atacou o general Luiz Rocha Paiva, que disparou contra a declaração preconceituosa do presidente

Foto: Rovena Rosa/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro, diante da repercussão negativa após sua fala preconceituosa contra os nordestinos, tentou se justificar neste domingo (21) com uma postagem no Twitter. O capitão da reserva, no entanto, fingiu que não utilizou o termo “paraíba” de forma pejorativa e aproveitou para atacar o general da reserva Luiz Eduardo Rocha Paiva.

“‘Daqueles GOVERNADORES… o pior é o do Maranhão’. Foi o que falei reservadamente para um ministro. NENHUMA crítica ao povo nordestino, meus irmãos. Mas o melhor de tudo foi ver um único general, Luiz Rocha Paiva, se aliar ao PCdoB de Flávio Dino, p/ me chamar de antipatriótico”, escreveu Bolsonaro, mentindo sobre a verdadeira declaração, dada em um café da manhã com jornalistas na sexta-feira (19), que foi: “Daqueles governadores de ‘paraíba’, o pior é o do Maranhão”.

Na tentativa de se justificar pelo Twitter, o presidente prosseguiu: “Sem querer descobrimos um melancia, defensor da Guerrilha do Araguaia, em pleno século XXI”.

“Melancia” é um termo utilizado nas Forças Armadas, de forma pejorativa, para se referir a militares de esquerda. O verde da casca da melancia faz referência à cor da farda militar, enquanto o vermelho da poupa da fruta faz alusão à cor da bandeira comunista.

Leia também
Governadores lançam carta em repúdio após Bolsonaro chamar o Nordeste de “Paraíba”

O ataque de Bolsonaro contra o general Paiva vem por conta das críticas feitas pelo militar da reserva às declarações preconceituosas do presidente. “Um comentário antipatriótico e incoerente para quem diz ‘Brasil acima de tudo”, disse em entrevista ao Estadão divulgada no sábado (20).

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum