quarta-feira, 23 set 2020
Publicidade

Bolsonaro leva quase metade da Esplanada dos Ministérios para o jogo do Brasil

Se contar com Jair Bolsanaro, o número de integrantes do primeiro escalão do governo federal presentes no confronto entre Brasil e Argentina nesta terça-feira (2), pela Copa América, seria suficiente para colocar um time de futebol em campo. Ao todo, presidente levou junto com ele dez ministros para acompanhar a partida. Sérgio Moro, que assistiu a um jogo do Flamengo com o capitão da reserva recentemente, só não foi ao estádio pois estava sendo sabatinado sobre sua conduta enquanto juiz pela operação Lava Jato na Câmara dos Deputados.

Estão em Belo Horizonte nesta noite Fernando Azevedo, da Defesa; Ernesto Araújo, das Relações Exteriores; Paulo Guedes, da Economia; Osmar Terra, da Cidadania; Luiz Henrique Mandetta, da Saúde; Bento Albuquerque, de Minas e Energia; Marcos Pontes, da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações; Jorge Antônio Oliveira, da Secretaria-Geral da Presidência da República; e Augusto Heleno, chefe do Gabinete de Segurança Institucional; além do advogado-geral da União, André Luiz Mendonça.

Antes da partida Jair Bolsonaro ainda encontrou com o jogador Neymar, que não está jogando com a seleção brasileira devido a uma lesão que o tirou da competição sul-americana. O presidente aproveitou a ocasião para fazer um vídeo junto com o atleta nas suas redes sociais. A transmissão da Globo na TV destacou a reação do presidente após o primeiro gol do Brasil.

Redação
Redação
Direto da Redação da Revista Fórum.