Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
21 de janeiro de 2020, 15h08

Bolsonaro mente sobre criação de conselho contra desmatamento na Amazônia

Plano com a mesma estrutura e objetivo já existe desde 2004, mas foi descontinuado sob a gestão de Ricardo Salles no Ministério do Meio Ambiente

Foto: José Cruz/Agência Brasil

O presidente Jair Bolsonaro anunciou nesta terça-feira (21) a criação do Conselho da Amazônia, projeto que será vinculado à vice-presidência e que teria caráter interministerial com ações de combate ao desmatamento no bioma. No entanto, plano com a mesma estrutura e objetivo operava no país desde 2004, mas foi descontinuado por Ricardo Salles no Ministério do Meio Ambiente.

Trata-se do Plano de Ação para Prevenção e Controle do Desmatamento na Amazônia Legal (PPCDAm), criado em 2004 e que estaria, hoje, em sua quarta fase. No entanto, assim que Salles assumiu a pasta do Meio Ambiente, extinguiu ao menos 23 colegiados do ministério, incluindo a secretaria responsável pelo projeto. Na época, especialistas denunciaram a atitude como um forte indício de descontinuidade do programa.

“Determinei a criação do Conselho da Amazônia, a ser coordenado pelo Vice Presidente @GeneralMourao, utilizando sua própria estrutura, e que terá por objetivo coordenar as diversas ações em cada ministério voltadas p/ a proteção, defesa e desenvolvimento sustentável da Amazônia”, escreveu Bolsonaro no Twitter.

A descrição sobre o PPCDAm no portal do Ministério do Meio Ambiente consta objetivos semelhantes. “O PPCDAm tem como objetivos reduzir de forma contínua e consistente o desmatamento e criar as condições para se estabelecer um modelo de desenvolvimento sustentável na Amazônia”, diz. “A execução do Plano conta com ações de mais de uma dezena de Ministérios”, consta em outro trecho.

A expectativa do programa era uma redução de 80% no desmatamento do bioma de 2006 até 2020, com menos de 4 mil hectares destruídos este ano. No entanto, os números apontam para outros resultados: de agosto de 2018 a julho de 2019, o bioma enfrentou um aumento de 30% de desmatamento, o que corresponde a quase 10 mil hectares de floresta.

Confira:

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum