Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
16 de janeiro de 2020, 17h11

Bolsonaro minimiza corrupção no governo: “Se foi ilegal, a gente vê lá na frente”

O presidente garantiu que Fabio Wajngarten continua no comando da Secom

Foto: Facebook

Logo após atacar jornalistas na manhã desta quinta-feira (16) devido às denúncias da Folha de S. Paulo contra Fabio Wajngarten, chefe da Secom, o presidente Jair Bolsonaro disse não ver nada demais no que foi exposto até agora. O ex-capitão ainda garantiu a permanência do secretário no posto.

“Cara, eu não vou te responder isso aí. Se for ilegal, a gente vê lá na frente. Mas, pelo que eu vi até agora, está tudo legal com o Fabio. Vai continuar, é um excelente profissional. Se fosse um porcaria igual alguns que têm por aí, ninguém estaria criticando ele”, afirmou o presidente.

Segundo reportagens da Folha, Wajngarten teria recebido dinheiro de emissoras de televisão e redes de mídia que veiculam as propagandas através da empresa FW Comunicação, na qual ele possui 95% das ações.

Apesar de Bolsonaro achar que está “tudo legal”, o Ministério Público de Contas pretende acionar o Tribunal de Contas da União (TCU) para revisar os gastos publicitários da Secom.

 

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum