O que o brasileiro pensa?
25 de novembro de 2019, 17h17

Bolsonaro nunca soube conviver com as diferenças. E agora quer exterminá-las

Olhando a América Latina borbulhar à sua volta mais uma vez contra o achaque neoliberal - o mesmo que tenta impor ao Brasil sem saber exatamente o motivo -, Bolsonaro quer legalizar a matança de qualquer diferença de pensamento que saia às ruas ou aos campos

Bolsonaro no 74° aniversário de criação da Brigada de Infantaria Paraquedista (Foto: Marcos Corrêa/PR)

Jair Bolsonaro e a horda de seguidores que nutriu com o ódio disseminado por quase 3 décadas no Congresso Nacional não sabe conviver com quem vê o mundo de outra forma.

Enquanto deputado, o capitão nunca aceitou as diferenças e os diferentes.

Diferentemente e alheio ao processo de desenvolvimento cognitivo, que vê na diferença uma oportunidade para se evoluir como ser humano, Bolsonaro tem muito medo e vê o outro sempre como uma ameça.

Teme sair da sua zona de segurança, onde repete mantras contra o PT, o comunismo e qualquer ideia progressista que se mova, para fazer o debate saudável da política – que, antes de ser partidária, é uma característica natural em qualquer ser humano.

Olhando a América Latina borbulhar à sua volta mais uma vez contra o achaque neoliberal – o mesmo que tenta impor ao Brasil sem saber exatamente o motivo -, Bolsonaro quer legalizar a matança de qualquer diferença de pensamento que saia às ruas ou aos campos.

Bolsonaro nunca se predispôs a fazer política, que tem em sua origem etimológica a civilidade, a capacidade de debater temas de interesse comum para manter a convivência entre as pessoas que fazem parte de um mesmo grupo social.

O pensamento fragmentado, a ignorância e a egolatria, sempre impediram Bolsonaro de se mover em direção às diferenças, que poderiam contribuir muito para seu desenvolvimento como homem público e como ser humano.

Bolsonaro nunca soube conviver com as diferenças. E agora, com o poder, quer exterminá-las.

Notícias relacionadas


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum