Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
04 de abril de 2019, 15h40

Bolsonaro parabeniza PM de São Paulo por matar 11 assaltantes

De acordo com o monitor da violência, as mortes decorrentes de intervenções policiais já são a segunda causa de assassinatos em todo o Brasil

Foto: Reprodução/Instagram Jair Bolsonaro

O presidente Jair Bolsonaro (PSL-RJ) parabenizou, através de sua conta no Twitter, nesta quinta-feira (4), os policiais da Rota (PM-SP), que mataram 11 suspeitos em um assalto a banco em Guararema (SP). De acordo com Bolsonaro, a PM fez um bom trabalho, pois “11 bandidos foram mortos e nenhum inocente saiu ferido”.

“Parabéns aos policiais da ROTA (PM-SP) pela rápida e eficiente ação contra 25 bandidos fortemente armados e equipados que tentaram assaltar dois bancos na cidade de Guararema e ainda fizeram uma família refém. 11 bandidos foram mortos e nenhum inocente saiu ferido. Bom trabalho!”

A PM que mais mata e que mais morre no mundo

De acordo com dados divulgados pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública, em 2018, um em cada 5 assassinatos do estado de São Paulo tem a autoria de policiais, a maior proporção do país.

De acordo com o levantamento, o número de mortos em decorrência de intervenções policiais divulgado pelo Monitor da Violência mostra que o Brasil está flertando com a barbárie.

Em março, a divulgação dos indicadores de homicídio doloso, latrocínio e lesão corporal seguida de morte mostrou um aumento de 2,7% em relação a 2016. Agora, o indicador de letalidade da polícia apresentou crescimento de 18,7% no mesmo período, indicando um total descontrole das forças policiais em diversos estados.

As mortes decorrentes de intervenções policiais já são a segunda causa de assassinatos em todo o Brasil, ultrapassando os feminicídios (946) e os latrocínios (2.447).

Já de acordo com relatório da Anistia Internacional, no Estado do Rio de Janeiro, “811 pessoas foram mortas pela polícia entre janeiro e novembro de 2016”. De acordo com o Instituto de Segurança Pública (ISP), do Estado, só nos dois primeiros meses de 2017, o número de mortos em ações policiais subiu 78%, e saltou de 102, em 2016, para 182. Em janeiro, foram 98 mortos; já em janeiro de 2016, 53.

A polícia brasileira matou 5.144 pessoas em 2016 (Anuário de Segurança Pública de 2018), nos chamados “autos de resistência”, com uma média absurda de 6 mortes por dia. No mesmo período morreram 386 policiais em operações, o que nos confere o triste título da polícia que mais morre e mais mata em todo o planeta.

Hoje, 70% das vítimas de homicídios, número que passa de 90% quando o resultado da violência é derivada de ação policial são jovens e negros. Não se tem conhecimento de policiais matando traficantes de drogas sintéticas na Zona Sul do Rio de Janeiro. Mas na periferia isto é comum.

Incentivar e parabenizar as mortes só faz com que a violência aumente cada vez mais. A boa ação policial é aquela em os suspeitos são presos sem que haja mortos e feridos.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum