O que o brasileiro pensa?
14 de dezembro de 2019, 17h31

Bolsonaro pode recorrer a ministro da Educação de Temer para substituir Weintraub

Mendonça Filho aparece entre os cotados para ocupar o MEC caso Weintraub não volte das férias

Alan Santos/PR

Atacado até mesmo pelos seguidores de Olavo de Carvalho, especula-se que Abraham Weintraub não voltará para o comando do Ministério da Educação após suas férias de fim de ano. Para o lugar do polêmico ministro, Bolsonaro pode recorrer ao deputado federal Mendonça Filho (DEM-PE), que ocupou a função durante o governo do ex-presidente Michel Temer.

Segundo a colunista Sonia Racy, do Estadão, o nome de Mendonça está entre os nomes avaliados pelo presidente e ganha vantagem sobre os adversários por já ter comandado o MEC, ser do Nordeste e ter apoiado Bolsonaro no segundo turno das eleições de 2018. Por outro lado, setores do DEM e olavistas não veem com bons olhos essa aproximação.

Uma das questões que desagrada os seguidores de Olavo de Carvalho é a Base Nacional Comum Curricular (BNCC) aprovada no governo Temer. Segundo eles, o texto atende a demandas do “globalismo”. O próprio Abraham Weintraub foi acusado de ser globalista por implementar a BNCC de Mendonça.

Caso a queda do atual ministro se confirme, Racy aponta que disputam a vaga o pró-reitor da FGV, Antonio Freitas, o economista Ricardo Braga, secretário no MEC, e o diretor de Articulação e Inovação do Instituto Ayrton Senna, Mozart Neves Ramos.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum