Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
06 de março de 2019, 06h23

Bolsonaro publica vídeo com homem urinando em outro e diz “expor verdade” sobre blocos de Carnaval

A publicação causou revolta nos foliões, que denunciaram o vídeo por conteúdo impróprio e publicaram uma avalanche de críticas a Bolsonaro nos comentários

Bolsonaro publicou vídeo com críticas aos blocos de Carnaval (Reprodução)

Recluso e criticado nos dias de folia, Jair Bolsonaro (PSL) compatilhou na noite desta terça-feira (5) um vídeo de um homem urinando em outro para “expor a verdade” sobre os blocos de rua no Carnaval.

Leia também:
Vídeo obsceno publicado por Bolsonaro sobre “verdade” do Carnaval repercute no mundo
#ImpeachmentBolsonaro lidera Trending Topics do Twitter com vídeo escatológico de Bolsonaro

“Não me sinto confortável em mostrar, mas temos que expor a verdade para a população ter conhecimento e sempre tomar suas prioridades. É isto que tem virado muitos blocos de rua no carnaval brasileiro. Comentem e tirem suas conslusões (SIC)”, tuitou.

A publicação causou revolta nos foliões, que denunciaram o vídeo por conteúdo impróprio e publicaram uma avalanche de críticas nos comentários.

Além de críticas ao fato de Bolsonaro ter divulgado um vídeo de conteúdo adulto, alguns internautas consideraram que o presidente estaria violando a Lei do Impeachment (lei 1.079/1950). O parágrafo 7º do artigo 9º diz que “proceder de modo incompatível com a dignidade, a honra e o decoro do cargo” é crime de responsabilidade contra a probidade na administração pública.

O vídeo
O vídeo veiculado pelo presidente começa com um homem com as nádegas de fora dançando em cima de um ponto de táxi. Em seguida, ele se abaixa e um outro homem urina em sua cabeça.

Segundo relatos de usuários do Twitter, o caso teria ocorrido no Blocu, bloco de carnaval que passou ontem por ruas do centro de São Paulo. O vídeo publicado por Bolsonaro mostra um prédio e um ponto de táxi que ficam na Rua Boa Vista, uma das que faziam parte do trajeto do bloco.

Veja algumas repercussões

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum