Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
19 de fevereiro de 2019, 22h30

Bolsonaro quebra o silêncio após dia de derrotas: “Brasil acima de tudo!”

Ao invés de comentar os áudios vazados de conversas com Bebianno que desmontam sua versão e de falar sobre a primeira derrota do governo na Câmara, Bolsonaro resolveu se limitar a reproduzir, via Twitter, seu slogan de campanha

Reprodução/Facebook

O presidente Jair Bolsonaro, após um dia inteiro de derrotas e polêmicas, manteve o silêncio sobre os assuntos que pautaram a imprensa e, na noite desta terça-feira (19), se limitou a escrever em seu Twitter: “Brasil acima de tudo!”.

A postagem veio logo após a entrevista de Gustavo Bebianno à rádio Jovem Pan e mais de 8 horas após a revista Veja divulgar áudios de conversas de Whatsapp que desmentem a versão de Bolsonaro de que ele não conversou com o ex-ministro no dia 12 de fevereiro, quando estava internado no Hospital Albert Einstein.

Ao se limitar a reproduzir seu slogan de campanha, o presidente manteve a postura de seu porta-voz que, em uma coletiva de imprensa no período da tarde, se recusou por três vezes a responder perguntas de jornalistas sobre os áudios vazados.

Bolsonaro também não comentou nada sobre a primeira derrota do governo na Câmara dos Deputados e nem mesmo sobre o fato de o ministro Marco Aurélio, do Supremo Tribunal Federal (STF), ter reforçado a condenação que o obriga a pagar indenização à deputada federal Maria do Rosário (PT-RS).

Também pelo Twitter, a jornalista Mônica Bérgamo ironizou, retuitando a postagem de Bolsonaro e escrevendo: “Reação de Bolsonaro depois da divulgação dos áudios que mostram que ele se comunicou com Bebianno:”


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum