Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
28 de fevereiro de 2019, 16h22

Bolsonaro recua de novo e admite baixar idade mínima de aposentadoria de mulheres para 60 anos

Em mais uma demonstração de hesitação do atual governo, presidente anuncia que podem ocorrer outras mudanças, como no Benefício de Prestação Continuada (BPC)

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Em mais uma demonstração de hesitação do atual governo, Jair Bolsonaro declarou, nesta quinta-feira (28), que pode negociar alguns pontos da proposta de reforma da Previdência Social. Um deles é diminuir a idade mínima de aposentadoria para mulher, de 62 para 60 anos.

Além disso, podem acontecer mudanças no Benefício de Prestação Continuada (BPC), destinado a idosos e pessoas com deficiência de baixa renda, e na pensão por morte.

“Eu acho que dá para cortar um pouco de gordura e chegar a um bom termo, o que não pode é continuar como está o déficit na Previdência”, afirmou.

Bolsonaro disse, ainda, que quer negociar com o Congresso Nacional a votação da reforma da Previdência sem o popular “toma lá, dá cá”, embora as evidências indiquem que essa prática deve comandar o processo.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum