Bolsonaro se reuniu com negacionista Osmar Terra quase 20 vezes durante pandemia

Em setembro, quando Eduardo Pazuello foi empossado ministro, o deputado esteve com o presidente mais vezes que o general

O deputado federal Osmar Terra (MDB-RS), ex-ministro da Cidadania, se reuniu com o presidente Jair Bolsonaro 17 vezes durante a pandemia de Covid-19 mesmo sem possuir qualquer vínculo funcional com o Ministério da Saúde. Negacionista convicto, Terra é apontado como possível articulados do “gabinete paralelo” investigado na CPI do Genocídio.

Levantamento feito pelo jornalista Victor Ferreira, da GloboNews, indica que foram 17 encontros oficiais. Destes, três aconteceram no mês de setembro. Nesse período, ele se encontrou com o ministro Eduardo Pazuello em apenas uma oportunidade. Foi em setembro que o general deixou de ser “interino” e foi empossado como titular da pasta.

Em outras quatro oportunidades, Terra levou defensores de tratamentos sem eficácia comprovada – como a hidroxicloroquina – para se reunir com Bolsonaro. Em nenhuma delas, o ministro da Saúde esteve presente.

Crítico ferrenho das medidas de isolamento social e protocolos de segurança contra a Covid, Osmar Terra chegou a prever que a pandemia no Brasil acabaria em abril de 2020 e, depois, em junho de 2020. Além disso, o negacionista também previu que a Covid-19 mataria menos que a epidemia de H1N1 de 2019, que matou cerca de 2.100 pessoas.

Defensor da tese mentirosa de que a imunidade de rebanho se conquistaria com o contágio geral do país, Terra classificou o colapso do Amazonas como uma suposta “vacinação natural” contra a doença.

O senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice-presidente da CPI, disse à GloboNews que “tudo indica que Osmar Terra é o idealizador dessa tese da imunidade coletiva”, implementada por Bolsonaro. Os membros da comissão cogitam convocá-lo para depor.

Confira a reportagem da GloboNews

Avatar de Lucas Rocha

Lucas Rocha

Lucas Rocha é formado em jornalismo pela Escola de Comunicação da UFRJ e cursa mestrado em Políticas Públicas na FLACSO Brasil. Carioca, apaixonado por carnaval e latino-americanista convicto, é repórter da sucursal do Rio de Janeiro da Revista Fórum e apresentador do programa Fórum América Latina

Você pode estar junto nesta luta

Fórum é um dos meios de comunicação mais importantes da história da mídia alternativa brasileira e latino-americana. Fazemos jornalismo há 20 anos com compromisso social. Nascemos no Fórum Social Mundial de 2001. Somos parte da resistência contra o neoliberalismo. Você pode fazer parte desta história apoiando nosso jornalismo.

APOIAR