Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
28 de março de 2019, 12h25

Bolsonaro segue fritura de Vélez-Rodriguez: “Ele tem problemas sim, é novo no assunto”

Nos bastidores, a informação é que Bolsonaro deve exonerar o ministro após a viagem à Israel, na próxima semana."Quando eu voltar de Israel tem uma fila de ministros para falar comigo. O ministério que teve algum ruído no passado, sempre a gente busca conciliar e acertar, e estamos continuando nessa linha", disse

O ministro Ricardo Vélez-Rodriguez (Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil)

Fritando em fogo baixo o ministro da Educação, Ricardo Vélez-Rodriguez, Jair Bolsonaro (PSL) afirmou nesta quinta-feira (28) que vai “conversar com ele e tomar as decisões que tem que tomar”.

Segundo Bolsonaro, Vélez “tem problemas sim, ele é novo no assunto. Não tem o tato politico”. O capitão desmentiu na noite desta quarta-feira (27) a jornalista Eliana Catanhêde sobre a suposta demissão do ministro. Porém, nos bastidores, a informação é que Bolsonaro deve tomar a decisão após voltar da viagem a Israel, na próxima semana.

“Quando eu voltar de Israel tem uma fila de ministros para falar comigo. O ministério que teve algum ruído no passado, sempre a gente busca conciliar e acertar, e estamos continuando nessa linha”, disse Bolsonaro.

O capitão disse ainda que não pretende exonerar ninguém pelo telefone. “Não procede a informação de ontem, que ele teria sido exonerado, jamais iria exonerar alguém por telefone. Já estávamos conversando com outros ministros. É educação, né? Tem que dar certo no Brasil, é um dos ministérios mais importantes”, afirmou.

Indicado pelo escritor e guru da direita Olavo de Carvalho, o ministro da Educação sofre um processo de fritura no cargo após uma série de desgastes e demissões na pasta.

Nossa sucursal em Brasília já está em ação. A Fórum é o primeiro veículo a contratar jornalistas a partir de financiamento coletivo. E para continuar o trabalho precisamos do seu apoio. Saiba mais.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum