#Fórumcast, o podcast da Fórum
12 de julho de 2019, 08h22

Bolsonaro sinaliza vice evangélico em 2022: “Pode ser. Não quero queimar o Mourão agora”

Após reaproximação com Bolsonaro, o deputado pastor Marco Feliciano (Podemos-SP) tem se colocado como candidato a vice ideal em pretensa chapa à reeleição

Mourão, Bolsonaro e Feliciano (Montagem)

Questionado por jornalistas sobre a possibilidade de formar chapa com um evangélico em provável disputa à reeleição em 2022, Jair Bolsonaro (PSL) deu sinal positivo. “Pode ser, a gente não sabe. Não quero queimar o Mourão agora”, disse em relação ao atual vice. Depois de reaproximação com o presidente, o deputado pastor Marco Feliciano (Podemos-SP) disse que “todos sabem que Mourão já indispôs” com Bolsonaro, ressaltando que é o candidato ideal a vice na chapa à reeleição.

Inscreva-se no nosso Canal do YouTube, ative o sininho e passe a assistir ao nosso conteúdo exclusivo

“Todos sabemos que o vice-presidente Mourão se indispôs com o presidente. Pois digo que, em 2022, Bolsonaro terá um vice-presidente evangélico”, afirmou.

Bolsonaro ainda comemorou a autocensura do vice, que está “há uma semana” sem dar declarações à imprensa. Publicamente, Mourão diverge muitas vezes de Bolsonaro.

“Parabéns ao Mourão porque faz uma semana que ele não dá declaração a vocês”, disse Bolsonaro afirmando que “se dá muito bem” com o vice. Os dois frequentemente se contradizem em declarações públicas.

O comentário foi feito após o presidente ser Ele disse que não pretende descartar Mourão: ”

Bolsonaro também não confirmou se concorrerá à reeleição e diz esperar resultados do seu governo. “Se o Brasil entrar nos trilhos, lá na frente a gente decide. Tenho apoio enorme de muitos setores da sociedade. Eu acho que a gente tá fazendo o possível, em parte Temer deu grande parte na reforma trabalhista, no acordo do Mercosul”, afirmou.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum