O que o brasileiro pensa?
29 de janeiro de 2020, 09h50

Bolsonaro tuíta elogio de Heleno: “Maior símbolo de combate à corrupção de que se tem notícia”

Heleno diz que o povo se orgulha dos ministros do presidente e que governo está livre de escândalos de corrupção

Bolsonaro e o general Augusto Heleno, chefe do GSI (Foto: Valter Campanato/ Agência Brasil)

O presidente Jair Bolsonaro compartilhou em suas redes sociais nesta quarta-feira (29) um texto do ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI), general Augusto Heleno, com diversos elogios ao governo. De acordo com Heleno, Bolsonaro foi o maior símbolo de combate à corrupção da história brasileira.

Quem implementou o maior plano de combate à corrupção da História do Brasil? E, dessa forma, também ajudou a diminuir a violência? E aí, pensou em um nome? É fácil concluir”, iniciou o ministro. Ele cita como feito do presidente o fim da corrupção nas estatais do país através de nomeações por “critérios técnicos”. Ao contrário do que defende Heleno, o governo do ex-capitão é conhecido por privilegiar militares e religiosos nas nomeações a cargos públicos.

“E a indicação dos ministros? Você se lembra que cada partido político indicava seus ministros para o Governo? Era um verdadeiro ‘festival da corrupção’. Pois é, quem mudou tudo isso também foi o Presidente Jair Bolsonaro”, diz Heleno.

“Hoje você conhece, e se orgulha, dos Ministros Guedes, Tarcísio, Moro, Tereza Cristina, Damares, Pontes, etc. Em 2019, não houve notícias de um só ato de corrupção nos ministérios”, continua. “Assim, Jair Bolsonaro tornou-se o maior símbolo do combate à corrupção de que se tem notícia, nos 520 anos da História do Brasil”, finaliza.

O governo de Jair Bolsonaro, no entanto, já acumula alguns casos polêmicos de corrupção. O mais recente envolve seu secretário de Comunicação, Fábio Wajngarten. Ele também atua como sócio majoritário da empresa FW Comunicação, que tem como clientes agências e emissoras contratadas pelo próprio governo Bolsonaro.

Além disso, Wajngarten privilegiou seus clientes com verbas publicitárias do governo desde que chegou ao cargo, em abril.


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum