Seja #sóciofórum. Clique aqui e saiba como
09 de dezembro de 2019, 17h38

Bolsonaro volta atrás novamente e manda Mourão representar o país na posse de Fernández

O brasileiro, durante a campanha presidencial na Argentina, fez várias críticas a Fernández e defendeu a reeleição de Mauricio Macri

Foto: Eduardo Matysiak

Jair Bolsonaro voltou atrás novamente e agora decidiu que seu vice, o general Hamilton Mourão, vai participar da posse do novo presidente da Argentina, Alberto Fernández, de acordo com informações do blog de Valdo Cruz, no G1. A cerimônia será nesta terça-feira (10).

“É um gesto do presidente para que as relações voltem ao normal. Vou tentar embarcar ainda hoje”, disse Mourão ao blog.

Não é sócio Fórum? Quer ganhar 3 livros? Então clica aqui.

Ainda nesta segunda, pela manhã, o presidente havia declarado que primeiro iria analisar a lista de convidados para, depois, decidir quem enviar à posse. Em seguida, afirmou que o embaixador em Buenos Aires, Sergio Daneses, tinha sido escolhido para representar o Brasil.

De acordo com o Ministério das Relações Exteriores, a Argentina é o terceiro principal destino das exportações brasileiras.

Críticas

Bolsonaro, durante a campanha presidencial na Argentina, fez várias críticas a Fernández e defendeu a reeleição de Mauricio Macri.

O brasileiro chegou a dizer que, se Fernández fosse eleito, a Argentina se tornaria uma “nova Venezuela”. Com isso, os argentinos fugiriam para o Rio Grande do Sul, assim como venezuelanos foram para Roraima.

Depois da vitória de Fernández, o presidente afirmou que não o cumprimentaria.

 


Quantas matérias por dia você lê da Fórum?

Você já pensou nisso? Em quantas vezes por dia você lê conteúdos esclarecedores, sérios, comprometidos com os interesses do povo e a soberania do Brasil e que têm a assinatura da Fórum? Pois então, que tal fazer parte do grupo que apoia este projeto? Que tal contribuir pra que ele fique cada vez maior. Bora lá. Apoie já.

Apoie a Fórum